Colheita do pinhão inicia em 1 de abril com expectativa de crescimento


A Epagri estima que em 2021 Santa Catarina colha entre 40% e 60% a mais de pinhão do que no ano passado. “Apesar da elevação, a safra ainda será menor do que em um ano normal, já que ano passado ela foi praticamente insignificante”, relata Jose Marcio Lehmann, gerente regional da Epagri em Lages. A colheita começa nesta quinta-feira, 1 de abril.


Segundo José Marcio, em 2020 a safra de pinhão em Santa Catarina ficou muito abaixo de uma colheita normal. Naquele ano, se colheu em média 10% do que seria uma safra catarinense usual de pinhão. Alguns municípios chegaram a colher 30% do normal, mas o volume ficou muito abaixo do esperado.


Apesar de a previsão para 2021 ser de uma safra ainda abaixo do normal, a melhora deixa os agricultores da serra catarinense otimistas. “O pinhão faz parte da renda de várias famílias agricultoras da região, que aguardam a abertura para iniciar a colheita e comercialização de várias maneiras, principalmente com barracas montadas à beira das rodovias locais”, relata José Marcio. Ele lembra ainda que algumas agroindústrias também processam o pinhão, para vendê-lo de diversas formas que permitam ser aproveitado em pratos típicos da culinária serrana.


A data de 1 de abril como início de colheita do pinhão em Santa Catarina foi definida por uma lei, estabelecida em 2011 com o intuito de preservar a espécie, evitando sua colheita ainda verde. José Marcio lembra que a região produtora vem sendo monitorada pela Polícia Ambiental, que pode multar quem for flagrado colhendo ou transportando a semente antes desse dia.


A estimativa de safra de pinhão em Santa Catarina é feita a partir de levantamentos que os extensionistas da Epagri fazem com os agricultores locais.


Informações e entrevistas Jose Marcio Lehmann, gerente regional da Epagri em Lages, pelo fone (49) 98406-1527

Informações para a imprensa Gisele Dias, jornalista, pelo fone (48) 99989-2992

0 comentário