Cratera de Tigipió: Audiência é realizada na Secretaria de Infraestrutura

Deputado Estadual Altair Silva mobilizou o encontro



O deputado estadual Altair Silva (Progressistas) organizou uma audiência na Secretaria do Estado de Infraestrutura em busca de uma solução para a situação da SC-108, no trecho entre os municípios de São João Batista e Major Gercino. A cratera, no quilometro 166, às margens do Rio Tijucas, no distrito de Tigipió, é o ponto mais crítico e foi pauta no encontro.


Uma comitiva, formada por lideranças de São João Batista, Major Gercino e Nova Trento, foi recebida pelo Secretário-Adjunto de Infraestrutura, Pedro Luiz Stonoga, durante a tarde desta terça-feira (12) para debater e buscar uma solução efetiva para a cratera.

No encontro, Altair apresentou um vídeo, produzido com depoimentos de moradores, empresários e autoridades dos municípios. O secretário afirmou que a Secretaria tem conhecimento da situação da rodovia, que o projeto foi finalizado e que agora está em fase de orçamento. Stonoga sinalizou ainda que o próximo passo será o processo licitatório, mas que depende da finalização dos orçamentos e da autorização do secretário da pasta.


“Várias tentativas foram feitas no sentido de consertar, mas nada aconteceu. Agora precisamos de uma solução urgente. O governo precisa dar atenção ao trecho. A população não aguenta e não pode mais esperar. Vamos cobrar do secretário uma data para início dos reparos”, comentou Silva.


A situação da via está afetando a segurança de quem transita, colocado em risco a vida de todos os motoristas, prejudicado o escoamento da produção e atrapalhando do fluxo dos turistas na região. O prefeito de São João Batista, Daniel Candido, afirma que o município não pode ficar sem a estrada. “São quase dois anos esperando uma atitude do governo. Foram várias reuniões e já falamos com todas as pessoas que tem competência para resolver esse problema, mas até agora nada”, lamenta Candido.


O prefeito de Major Gercino, Valmor Kammers, ressaltou que não é apenas os municípios de São João Batista e Major Gercino que serão afetados, mas os municípios vizinhos também, como Angelina, Rancho Queimado, Anitápolis, Alfredo Wagner e Leoberto Leal. A professora Sonia Brambilla diz estar preocupada com a situação. “Eu passo pelo menos duas vezes por dia na SC-108. Estamos todos correndo risco e a cratera não para de aumentar”, comentou Sonia.


Os vereadores batistenses, Juliano Peixer e Carlos da Silva, lembraram que diversas audiências com os secretários de estado foram realizadas e que sempre foram estabelecidos prazos, mas nunca soluções efetivas. “Precisamos unir as duas administrações e o Governo do Estado para resolver em caso de emergência. É hora de esquecer os lados políticos”, comentou Carlos.


A SC-108 também é utilizada como itinerário para o transporte de doentes na região. “O município de Major envia duas vans todos os dias com doentes para Florianópolis, que vão em busca de hospitais e clínicas. Não podemos esperar uma tragédia acontecer”, comentou Rodrigo dos Santos, vereador de Major Gercino.


Outra questão que preocupa a administração municipal de Major Gercino é a energia elétrica, pois segundo o vice-prefeito Moacir Batisti, se cair o trecho que restou da rodovia, a rede cai junto, deixando o município e parte de São João Batista sem energia.


O empresário Valdecir Setti afirma que o sentimento é de tristeza. “Ninguém toma uma atitude e precisamos desse asfalto. Diariamente temos funcionários que passam pela região e que podem perder a vida. Depois de acontecer um acidente grave é capaz de alguma atitude ser tomada”, avisa Setti. A empresária Jurilda Griga disse ser um descaso com a população.


Há pelo menos um ano e meio a população aguarda uma solução e a cada enxurrada a situação só piora. Segundo os moradores, com as recentes chuvas, o asfalto apresentou novas rachaduras e quedas de barreiras, principalmente para o ponto mais atingido, no distrito de Tigipió. O setor de transportes da região e os produtores que dependem da via para escoamento da produção, reclamam que a situação tem trazido perdas consideráveis ao setor.


Os deputados estaduais, Jerry Comper (MDB) e Marlene Fengler (PSD), também participaram da Audiência. 


Audiência Pública


Caso a rodovia não receba os reparos necessários, o parlamentar protocolou na Assembleia Legislativa um requerimento solicitando a realização de uma Audiência Pública para discutir sobre a situação. “Vamos realizar uma audiência lá no distrito de Tigipió com a convocação do Governo do Estado e demais autoridades para resolvermos a situação”, comenta Altair.


Luta incansável


No período em que esteve na Assembleia Legislativa, Altair Silva, conversou com o então governador Raimundo Colombo e solicitou melhorias na via. Através de indicações e cobrança do Governo Estadual o projeto foi realizado, mas a obra não saiu do papel. “Na oportunidade, o Governador do Estado garantiu o repasse de recursos através da Defesa Civil, mas isso não aconteceu. Agora, vamos aguardar a manifestação de um prazo por parte da Secretaria de Infraestrutura, e se necessário, realizaremos uma Audiência Pública para ouvir a população e cobrar das autoridades presentes a solução. O requerimento já foi protocolado”, frisou Silva.


Veja o vídeo produzido sobre a situação da cratera



© Copyright 2018  |  Altair Silva  |  Deputado Estadual

Imagens Meramente Ilustrativas

Progressistas negativa.png